quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Porque ficamos vermelhos quando estamos envergonhados?


Ficar vermelho quando se está envergonhado é uma resposta muito natural do organismo que se não fosse experiência emocional, poderia até passar despercebida. O sistema nervoso simpático é o grande responsável pelo rubor de vergonha (ou constrangimento) é o mesmo sistema que ativa a reação de lutar ou fugir. É um sistema é involuntário, ou seja, não é preciso pensar para executar os processos.
Quando ficamos envergonhados, nosso corpo libera o hormônio adrenalina que age como um estimulante natural e vários efeitos no nosso corpo. É ela que acelera a respiração e o batimento cardíaco para que nos preparemos para fugir de um perigo, por exemplo. Isso dilata nossas pupilas para que possamos usar o máximo da informação visual. Além disso, a adrenalina diminui o processo digestivo e a energia é direcionada para os músculos. Quando ficamos constrangidos, “tooooooodos” esses efeitos são sentidos!
O rubor acontece porque a adrenalina também dilata os vasos sangüíneos dilatarem com o objetivo de melhorar o fluxo de sangue e o transporte de oxigênio. As veias da face são logo as primeiras a responderem ao sinal para a ação da adrenalina. As veias do rosto então dilatam fazendo com que o sangue flua em maior quantidade e isso cria uma aparência avermelhada. Mas em outras partes do corpo, as veias não reagem muito quando a adrenalina é liberada! Fica vermelho por constrangimento é um fenômeno único desencadeado pela adrenalina. O rubor por ingestão de bebida alcoólica, por excitação sexual são outros processos e não são desencadeados por este hormônio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário